Drywall vs. Gesso: conheça as principais diferenças

Drywall vs. Gesso: conheça as principais diferenças

Gesso vs. Drywall: conheça as principais diferenças

É muito comum que esta dúvida apareça em algum determinado momento do planejamento da sua obra. De maneira simples e objetiva, buscaremos esclarecer pontos importantes sobre o gesso comum e o drywall, de maneira que se possa ter informações suficientes para a tomada de decisão na construção ou reforma.

Antes de mais nada, vamos especificar qual é diferença entre gesso comum e placa de drywall

Como se pode presumir pelo nome, os dois materiais levam gesso em sua composição, porém são bastante diferentes entre si.

O gesso comum é o gesso tradicional, utilizado na construção civil anteriormente placa de drywall, também conhecida como gesso acartonado.

No caso do forro em gesso comum, também chamado “forro em plaquinha”, o forro consiste em placas de gesso (de tamanhos variados) com espessura média de 2cm.


Forro de Gesso feito com Placas de Gesso Comum

Para instalação no forro, as placas são encaixadas umas nas outras suspensas por arame e coladas nas emendas com massa de gesso e sinzal. Para acabamento das emendas, utiliza-se massa de gesso.

Apesar de ter sido largamente utilizado no Brasil, o forro de gesso tradicional vem sendo, cada vez mais, substituído pelo forro de drywall.

A placa de drywall é composta por um núcleo de gesso natural e aditivos, revestido com duas lâminas de cartão duplex.Nessa união, o gesso proporciona resistência à compressão. Já o cartão oferece resistência à tração, tornando o material resistente mecanicamente.

A placa de drywall mede de 1,20m de largura e 2,7m de comprimento, apresentando espessuras que podem variar, no geral, de 6,5 mm à 15mm. Elas podem ter medidas especiais dependendo do projeto e variam de acordo com o fornecedor.


Forro de Gesso feito com Placa de Drywall

A vantagem encontrada no gesso comum em relação ao forro de drywall é o custo menor, porém suas desvantagens são maiores quando se pesa o custo benefício. Veja quais são:

  • o material é mais estático, sendo mais fácil o aparecimento de fissuras e trincas

  • a instalação gera mais sujeira em obra

  • o tempo de secagem é muito maior que a placa de drywall

  • o material é mais suscetível ao amarelamento

  • não é possível a instalação de luminárias contínuas nas plaquetas

Mas qual deles eu devo usar na minha reforma?

Depende. Definir o que será feito é a primeira coisa que norteará a decisão da obra. Outra pergunta importante é: onde será feito, ou o local da obra? Como se quer fazer a obra? Muitas obras não estão sendo habitadas pelos moradores ou o cliente não se importa com obras ou até mesmo gosta de acompanhar detalhe por detalhe. Também existe o caso de algumas reformas não existir uma cobrança rígida de prazo de entrega ou de cronogramas apertados para a execução. Já noutros casos, o prazo é curtíssimo, o cliente não tem muita paciência com reforma, não suporta sujeira ou transtornos eventuais, como trânsito de pessoal, ferramentas e situações do tipo de ter que chegar em casa cansado e encontrar aquela “tropa”dentro da sua casa!Como vantagens do sistema drywall, pode-se destacar a execução rápida, limpa e sem desperdícios, facilidade de instalação, ganho de área útil, conforto acústico e acabamento perfeito.

O Drywall também oferece praticidade de manutenção e rapidez na secagem, podendo ser instalado em um dia e pintado no dia seguinte.

Além desses pontos, outras vantagens também podem ser atribuídas ao uso do drywall:

Parede de Drywall: o sistema permite a construção de paredes mais delgadas, com 10cm de espessura, proporcionando ganho de área útil na construção que pode chegar a 4%.


Parede de Gesso Drywall

Resistência ao fogo: existem chapas com tratamento especial que retardam a propagação do fogo.

Leveza: a placa de drywall é mais leve que os materiais convencionais usados na construção civil, ocasionando menos peso nas lajes dos edifícios, por isso usa-se muito para fazer parede de drywall ou divisorias para escritorio.

Maior flexibilidade no layout!

Devido à facilidade de construção e remoção, o drywall permite maior arranjo de divisórias internas, como por exemplo divisorias para escritorio. O sistema de placa de drywall permite soluções criativas e diversificadas que podem personalizar os seus projetos. A placa de drywall pode ser utilizado para a construção de divisorias para escritorio, forro de drywall, parede de drywall e muito mais.

O drywall também pode ser utilizado para construção de itens de mobiliário como prateleiras, estantes e nichos, elementos que muitas vezes acabam por onerar o custo do projeto dependendo do material e acabamento escolhido.


Painel feito com Placa de Gesso Drywall

A qualidade é essencial!

Independentemente do material que você escolha para a execução do seu projeto, seja gesso ou drywall, é importante que seja contrato uma empresa especializada neste tipo de serviço: forro de drywall, divisorias para escritorio, parede de drywall, etc- para que tudo corra bem e seu imóvel fique como você imaginava.

Deixe uma resposta

Fechar Menu